.:: Dangerous MJ ::.
Bem vindos a Dangerous MJ. Para visualização de alguns tópicos é necessário estar cadastrado. Não leva nem um minuto! Cadastre-se!

You are my dream [+18]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

You are my dream [+18]

Mensagem por Afrodite em Seg 3 Jun 2013 - 20:47

{Esta fanfic está sem capa, por meu cadastro ser recente no fórum. Assim que puder a colocarei aqui. Grata. Beijos.}

"You are my dream"

Encontramo-nos de forma casual. Assim... Sem premeditar.

Você estava tão bonito que não consegui tirar os olhos de ti. Seu olhar negro como o manto da noite, chamaram minha atenção desde o primeiro momento. Você nunca me viu e tu não sabias de minha existência. Senti por você uma ligação muito forte. Dois estranhos tão semelhantes. Soube desde aí que não seria a mesma quando voltasse a te ver.

Outros encontros aconteceram e mesmo de longe, eu ficava apaixonada. Quando escutava seu nome ser anunciado meu coração pulava e eu... Corria para não perdê-lo de vista onde quer que fosse. Noites em claro passei vigiando. Muitas auroras surgirão no horizonte. Tudo isso só pra ter a sua imagem como despertar. Você foi o melhor presente que eu poderia receber nos últimos tempos.

De repente... Algo deu errado no cosmos e não mais te vi. Procurei-te feito louca, mas foi em vão. Você tinha ido. E nem se quer um adeus deixou. Meu coração se partiu em pedaços. Prometi a mim que não iria mais atrás de ti. Que grande tola fui! Na primeira oportunidade que seu nome foi citado fiquei em alerta. E novamente te procurei. Promessas falhas.

Nova procura em vão. Não quero parecer boba ou iludida. Estou apenas abrindo meu coração a alguém que talvez nunca possa corresponder da mesma maneira. O tempo passou e numa conversa de amigos... Você apareceu. Deus, eu quase não acreditei! Você ali comigo, de novo? Meu coração pulou mais forte que antes. Era um reencontro. Mas bonito e atraente você está. Como consegue?

Minhas pernas tremeram quando minha amiga – que ironicamente também era sua – nos apresentou formalmente. Pegaste minha mão e olhou em meus olhos. Logo sorriu e disse que era um prazer conhecer-me. Fiquei feliz. Retribui sua apresentação com meu melhor sorriso. Vi seu rosto se iluminar.

Nossa amiga em comum percebeu rapidamente o clima e deu seu jeito para deixar-nos a sós. A agradeço até hoje por isso.

Conversamos pela primeira vez. Com seu olhar penetraste minha alma; e eu fiz o mesmo a sua. Algo nasceu ali e uma proposta foi feita.

“Quero te conhecer melhor. Aceita jantar comigo, Anna?” – Você disse.

Goste muito da sua ousadia tímida. Isso fez a diferença entre os demais que conheci. Seguimos até o carro. Fui levada a um restaurante lindo e acolhedor. Era bem iluminado e elegante. Sentamos e voltamos a conversar. Você adorou um dos meus maiores defeitos e disse que eu era mais atraente justamente por causa deles. Sorri sem jeito. Minha timidez havia conquistado seu coração.

Papo agradável e repleto de flertes. Você me ofereceu uma carona pra casa. Pensei em hesitar, mas a boca foi mais rápida que o raciocínio. Estranhamente aceitei. Não sou de fazer isso e por você, fiz. O caminho até meu lar foi silencioso e reflexivo. Eu não sabia o que dizer a alguém tão grande feito você ao meu lado. Sua presença impõe uma automática submissão. O carro parou. Olhaste pra mim e enrubesci. Você sorriu e me desejou boa noite. Desejei fazer o mesmo, só não consegui. Elevaste a mão sobre minha face e a tocou lentamente com os dedos. Fechei os olhos instantaneamente.

Quando os abri você me olhava daquele jeito novamente. Leitura de alma, descobri seu forte. Respirei fundo. Seu rosto se aproxima devagar. Minha respiração fica cada vez mais curta. Mais e mais perto... Seus lábios encostam-se aos meus. Macios e quentes. Roçam delicados sobre minha boca. Procuram o mel que eu desconhecia. Sua mão esquerda abrigou minha nuca arrepiada. Pressionastes aos poucos nossas bocas unidas. Sua língua aquecida pede passagem e, gentil permiti sua entrada. Elas dançam e sentem o doce sabor de ser correspondido. Senti teus dentes passando levemente sob meus lábios. Ousadia sua que me enfeitiça. Fiz o mesmo e senti você procurar oxigênio como eu. Com beijos lentos e suaves fomos nos afastando. Abrimos os olhos e mantivemos o contato por um tempo. Não pergunte quanto, pois eu não saberia dizer. Mas foi o suficiente para ouvi-lo dizer...

“Foi o beijo mais gostoso que recebi na vida”

Enrubesci e baixei a cabeça. Tímida. Você sorriu e pediu que eu não me envergonhasse. Sua voz sussurrou em meu ouvido.

“Eu quero mais do seu beijo, baby!”

Novamente nada respondi e minha face aqueceu mais.

“Você não vai dizer nada?” Perguntou curioso.

Eu apenas respirei profundamente e senti minha garganta apertar. Você sorriu lindamente e disse que já sabia a minha resposta. Então pousou a mão na lateral do meu pescoço e deslizou o polegar sobre meus lábios rosados. Olhou pra eles e deu; Um... Dois... Três beijos leves antes de se aprofundar. Sua mão desceu do pescoço. Deslizou para o joelho e subiu alguns centímetros na coxa, sob o jeans. Arrepiei. Nossas bocas se afastam e sua testa encostou-se à minha.

“Oh Anna, eu gostei tanto de... Te quero pra mim”

Meu coração parou naquele momento. Ele me queria. Fechei meus olhos e tomando coragem murmurei.

“Você quer entrar?”

Deus, o que estou fazendo? Aliás, o que ele está fazendo comigo? Respondeu-me sorrindo de lado. Seus olhos seguem a mesma linha.

“Eu adoraria”.

Peguei na maçaneta da porta do veículo. Você me impediu.

“Não Anna, espere, eu abro pra você”.

Saíste do carro e dando a volta nele veio até o meu lado e abriu a porta.

“Senhorita...” – Disse me oferecendo a mão e um sorriso.

Sorri tímida aceitando sua gentileza. Caminhamos até a entrada do meu lar doce lar.
Procurei as chaves na bolsa. Para minha aflição “a bendita” sumiu.

“Droga, cadê minha chave?” – Murmurei revirando a bolsa.

“O mistério das bolsas femininas...” – Você sussurrou brincando, e me fez rir.

“Poxa, fiz o mito se tornasse verdade.” – falei.

“Não se preocupe, eu adoro estas peculiaridades femininas. São naturais e muito atraentes”. - Você respondeu com naturalidade e sedução.

Eu enfiaria minha cara no chão se não tivesse encontrado a bendita chave. Chave que me salvou bem na hora. Mostrando-as dei um sorriso e entramos. Repeti a típica saudação “Bem vindo ao meu lar doce lar”. Meu cantinho com certeza não é o que ele está acostumado a ver. Mas é modesto e organizado. Para minha surpresa, ele adorou tudo e disse que eu tinha bom gosto para decorar. Enchi-me de orgulho. Ofereci algo pra beber, ele aceitou. Preparei as bebidas e sentados no sofá o acompanhei. Conversas vão e vem. Seus olhos estão sempre dentro dos meus quando falo. Ora ou outra, fico encabulada com os flertes afiados que recebo e disfarço bebendo ou abaixando o rosto.

“Posso te falar uma coisa?” – Ele disse pondo a taça na mesinha de centro.

“Claro” – Respondi.

Ele senta bem mais perto e de frente a mim. Ouço o som da sua respiração. Meu coração começa a saltar de novo.

“Garotas como você deveriam ter algum sinal visível a olho nu sabia?– sua mão direita toca o lado esquerdo da maçã do rosto - Agora me pergunto como não te encontrei antes, hein?”

Meu fôlego falta e a respiração falha.

“Não sei, Mas... Posso dizer o mesmo de você. – Respondi. Toquei seu rosto com carinho e confessei – Você me prendeu desde que pus os olhos em ti. Cada detalhe do seu jeito me conquistou. Te gosto há muito tempo, honey."

Vi seus olhos brilharem enquanto eu falava.

Assim que terminei me encarou profundamente com seus belos olhos negros.

“Você é um sonho, sabia? O meu sonho, garota.”

Disse e tocou meus lábios com os seus. Deixei que ele fosse dono deles. Deixei que expusesse tudo o que sentia. Seu beijo agora foi intenso e... Apaixonado? Será que estava ele gostava assim de mim? Sua mão percorre a minha cintura e aperta de leve. Ele debruça lentamente sobre meu corpo nos fazendo deitar. Nosso beijo fica mais acalorado e as mãos dele mais habilidosas. Elas levantam minha blusa até a altura do estomago. Ele se afasta de minha face e se encaminhou a barriga. Molhou os próprios lábios e beijou-a várias vezes e em diversos pontos. Uma corrente elétrica me toma. Os beijos subiram... E a blusa também. Neste momento segurei as mãos dele. O impedi. Olhou-me surpreso.

“O que está fazendo?” – Eu disse receosa.

“Namorando você baby, por quê?”

Me disse da maneira mais natural possível. Fiquei confusa. Meus sentimentos se misturam agora. Eu estar apaixonada era fato, mas ele estar é uma surpresa. Quem se apaixona assim tão depressa? Será que... Não, ele não podia estar me usando. Não ele. Fico pensativa. Ele percebe que há algo.

“O que foi baby? Porque está assim?”

“Não sei... – procurei palavras pra expressar o que sentia – Acho que... Estamos indo rápido demais.” – Falei com a expressão preocupada.

Ele toca meus cabelos com carinho e contorna meu rosto com a ponta dos dedos.

“Não precisa ter medo, baby. Quando disse que gostava de você, falei de verdade."

“Eu sei... - titubiei as palavras - Mas, você... aqui... e eu...."

Tentei argumentar e ele colocou o dedo indicador sobre meus lábios.

“Shiiuuu... Não diz nada baby...”

Ele voltou ao que estava fazendo. Terminou de tirar minha blusa. Beijou toda a extensão do meu colo.

“Não podemos... Não aqui...” – Murmurei.

“Onde fica seu quarto, baby?” - Perguntou em meu ouvido.

“Lá... Em cima...” – Respondi sussurrando.

Ele levanta e me leva junto. Aos beijos e abraços subimos.

Eu não sabia como agir. Meus instintos deram o sinal de alerta. Ou seja, corei o rosto com um belo tomate maduro. E instintivamente cobri os seios com mãos e braços. Você me olhou curioso, novamente.

Subiu de volta e abriu meu sutiã com carícias e beijos nos seios. Assim ele vai me tirando deste mundo.... Tocou-me a intimidade, tão delicado e prazeroso que arfei. Ele gosta do som que o prazer me traz. Quando estava entregue as suas vontades, o vi terminar de se despir. Fiquei sem jeito ao vê-lo nu... E eu também estava nua. Eu não sabia como agir. Meus instintos deram o sinal de alerta. Ou seja, corei o rosto com um belo tomate maduro. E instintivamente cobri os seios com mãos e braços. Você me olhou curioso, novamente.

"O que foi? Está com vergonha? - Assenti com a cabeça. Ele sorri lascivo - Não precisa se envergonhar, você é linda... Seu corpo é perfeito. Estou adorando cada pedacinho dele. Só falta prová-lo dignamente. Não esquenta baby, vou te fazer relaxar..."

Suas mãos tocam o cós da lingerie. Abaixou-a lentamente beijando minha pele exposta. Vi sua cabeça descer mais. Beijou minhas coxas... Acariciou-as induzindo-me a afastá-las. Quando senti seus lábios quentes me tocar. Tocam leves, num ponto tão frágil. Minha respiração encurta. Ele passou as mãos em minha cintura... Subindo mais... Apertou meus seios e torturava-me com sua língua e beijos habilidosos. Uma corrente elétrica percorreu meu corpo. Eu me contorcia de excitação e prazer. Gemi... Gemi alto... Ele aumenta a tortura me tocando cada vez mais devagar. Franzo o cenho e me vejo suplicante diante dele. Ele vem a mim com um sorriso maldoso.

“Você o quer agora, não é?” – Disse sedutor.

“Você é muito mal, muito mal...” - Eu disse.

Ele sorriu mais lindo e divertido. Pegou minha cintura encaixando a sua. O senti me invadir lentamente.
Lento e contínuo era seu movimento. Deliciosa sensação. Curvei meu corpo para trás... Queria mais dele dentro de mim.
Michael entendeu perfeitamente meu sinal eficaz. Com mais firmeza agora fui tomada. Os braços dele envolveram minha curva lombar erguendo e sentando mais profundamente no seu colo. Suas investidas são intensas nessa posição.

“Oh Anna... Eu... te amo, baby”

Ele gemeu em meu pescoço. Seu abraço em minha cintura fica mais forte. Meu corpo por dentro se contraiu e...
Demos um único gemido antes de nos desfalecer nos braços um do outro. Arfei ofegante no ouvido dele procurando minhas forças.

“Eu... Também te amo... Mike...”

O sorriso dele foi o mais belo que já vi. Beijei seus lábios e fechando os olhos repousei em seu ombro. Respirei fundo.

Ao abrir os olhos novamente eu estava deitada em minha cama... Transpirando e com a respiração escassa. Olhei de lado e ele não estava ali.

"Deus, foi apenas mais um sonho com Michael Jackson. "

Disse soltando um suspiro profundo e conbrindo o rosto com o travesseiro.


- Fim -
avatar
Afrodite

Mensagens : 55
Reputação : 17
Data de inscrição : 31/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You are my dream [+18]

Mensagem por Nai Jackson em Qua 5 Jun 2013 - 20:57

Uau... Isso foi realmente demais!!!
Adoreiiii a forma como foi narrado. Quase perdi o ar com essa versão super sedutora do Michael morriiiiiiiiii morriiiiiiiiii morriiiiiiiiii

Também quero sonhar assim.
Sempre acordo na melhor parte... Não é justo

Parabéns pelo conto, flor. Eu amei

_________________


Pra todos aqueles que gostam de contos e fanfic's:
http://dreamsandtalesmj.blogspot.com.br

avatar
Nai Jackson

Mensagens : 4095
Reputação : 339
Data de inscrição : 02/09/2010
Idade : 21
Localização : Bahia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You are my dream [+18]

Mensagem por Leninha em Dom 9 Jun 2013 - 13:32

Adoraria ter um sonho desses,
Lindo conto, Afrodite.
avatar
Leninha

Mensagens : 1919
Reputação : 101
Data de inscrição : 14/09/2009
Localização : com o Michael

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You are my dream [+18]

Mensagem por Nany Jackson em Ter 16 Jul 2013 - 10:44

Uau o que dizer desse seu conto garota...
demais parabens viu chegou com tudo mesmo...

_________________
Venha visitar o mais novo forum dedicado ao nosso King Of Pop.

http://mjlegado.forumeiros.com/forum

Michael vc é tudo o que um dia eu sonhei pra mim...
avatar
Nany Jackson

Mensagens : 1672
Reputação : 137
Data de inscrição : 18/09/2009
Idade : 30
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You are my dream [+18]

Mensagem por sissi em Ter 16 Jul 2013 - 15:56

juro que se tivesse um sonho assim, acordava morta kkkkk
lindo lindo lindo....

_________________




Confira Fanfic>>>>Ainda te amo>>>>
avatar
sissi

Mensagens : 1107
Reputação : 146
Data de inscrição : 16/10/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You are my dream [+18]

Mensagem por AnnieJackson em Ter 16 Jul 2013 - 23:31

O que dizer de um conto desse???  
MORRIDAAAAAAAAA morriiiiiiiiii  
Amei tudo tudo flor. Dei até calorzinho kkkkkk #Abafa
Continua a postar mais okay. Beijokas  
avatar
AnnieJackson

Mensagens : 3087
Reputação : 212
Data de inscrição : 18/03/2011
Idade : 30
Localização : São Paulo

http://carousel.forumeiros.com/forum

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You are my dream [+18]

Mensagem por Alê. Jackson em Dom 25 Jan 2015 - 23:40

Conto Maravilhoso Parabéns
avatar
Alê. Jackson

Mensagens : 24
Reputação : 4
Data de inscrição : 06/07/2014
Idade : 21
Localização : Recife-PE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You are my dream [+18]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum