.:: Dangerous MJ ::.
Bem vindos a Dangerous MJ. Para visualização de alguns tópicos é necessário estar cadastrado. Não leva nem um minuto! Cadastre-se!

"Will You Be There?"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

"Will You Be There?"

Mensagem por Nai Jackson em Ter 1 Out 2013 - 17:57

Esse é um conto muito especial em meu coração. Espero que gostem, foi feito com muito carinho ♥

“Will You Be There”




A jovem deitada em uma cama de solteiro tem no rosto um tom bem mais pálido do que o habitual. Está com os cabelos escuros desgrenhados, os olhos vermelhos, as bochechas molhadas pelas lágrimas inúteis que insistem em continuar a cair. Dizem que chorar ajuda a aliviar a dor... Mas olhando para ela, dá pra concluir que esse método não funciona com todas as pessoas. Quanto mais ela chora, mais perturbada ela se sente e, consequentemente, mais vezes ela pensa em acabar com aquilo tudo de uma vez por todas.

Ideias suicidas são idiotas. Idiotas quando não se tem coragem de ir até o fim. Ela já pensou em fazer aquilo, mas sempre desistiu no último momento. Adolescentes são dramáticos, fazem tempestade em copo d’água, é isso o que diz a sociedade. Para ela, no entanto, o suicídio faz sentido. Seria apenas uma forma de silenciar os gritos de uma alma inquieta, que ainda não descobriu por qual motivo veio ao mundo.

Jenny senta-se na cama e respira fundo, criando coragem para fazer o que deve ser feito. Sente uma angústia inexplicável, uma perturbação que escapa por todos os poros da sua pele, a impressão – e a constatação – de que TUDO na sua vida dá errado. Ao pensar no passado, vê imagens dolorosas da infância, e ao mentalizar o futuro, nada consegue ver além de um vazio preenchido por uma expressa névoa em preto e branco. Como encarar o futuro sem antes derrotar os fantasmas do passado? E como derrotar os fantasmas do passado se ela não tem forças nem mesmo para continuar a viver o presente?

Ela não tem a mínima esperança de que as coisas possam começar a dar certo. Talvez uns tenham nascido para ser felizes e outros tenham nascido para nem sequer saber o que é felicidade. Ela pede socorro em silêncio, mas ninguém consegue ouvi-la. “Você não está sozinha”, ela lembra a si mesma. Mas será que alguém realmente se importa? Ela faz alguma diferença? Quando ela, finalmente estiver morta, alguém sentirá a sua falta?

A garota pega os comprimidos e começa a abri-los, cartela por cartela. Esperou tanto por aquilo! Essa deve ser uma forma pouco dolorosa de morrer. Seca as lágrimas com as mãos trêmulas e agarra a copo com água em cima da mesa de cabeceira.

Mas antes de continuar, ela precisa se despedir de alguém.
Do único que esteve ao seu lado em todos os momentos.

A jovem precisa ouvir a voz dele, nem que seja por uma última vez! Passa os dedos pela foto do homem sorridente em um porta-retrato e, por uma fração de segundos, sente o coração um pouco mais aliviado.

- Meu amor, me perdoe por ser tão fraca – ela diz para a fotografia, com os olhos cheios de lágrimas. – Eu tentei... Tentei tanto. Mas não consigo mais. Sou apenas mais uma criatura ferrada por esse destino maldito.

Jenny não está conversando com a fotografia porque é uma desequilibrada mental. Faz isso, porque essa é a única forma de ter Michael perto de si. Talvez ele nem saiba que ela exista, mas ela se sente abençoada por ter tido a chance de conhecê-lo. Em muitos momentos de completa solidão, a música e a presença – mesmo distante – dele lhe fez companhia. Ele lhe deu a força necessária para que ela continuasse seguindo em frente quando tudo parecia estar perdido. Agora, está sendo obrigada a se despedir da única parte da sua vida que ainda vale a pena. Michael é a única razão pela qual ela ainda não tomou os malditos comprimidos. Ela não quer decepcioná-lo. Não quer que ele a ache uma fracassada. Não quer perdê-lo para sempre.

Estica uma das mãos e aperta o play no aparelho portátil de som. Quer morrer ao som de Michael, isso lhe parece agradável e poético, embora seja trágico.  Entre tantas e tantas músicas gravadas ali, os primeiros acordes de Will You Be There começam a tocar. Tinha que ser justamente essa?! Parece um presságio. Um sinal de que Michael a escuta, mesmo que isso pareça absurdo, sem lógica e sem fundamento.

Jenny se arrepia inteira e começa a chorar novamente. A voz de Michael ecoa pelo quarto... E, God, ele também parece tão... solitário!

Michael também tinha memórias dolorosas da infância. Ele foi julgado a vida inteira. Foi acusado de coisas absurdas, traído pelas pessoas que ele considerava amigas e de confiança. Um pedaço dele morreu quando muitos começaram a acreditar nas invenções que foram ditas ao seu respeito. Ele era um homem tão bom, tão honesto, tão iluminado... E mesmo sem merecer, conheceu a pior e mais cruel face do ser humano. Ele sofreu, chorou, também achou que tudo estava perdido. Teve noites horríveis e dias perturbadores! E diante disso tudo, de tanta dor e sofrimento, ele desistiu?

Ele parou de lutar? Entregou os pontos? Acomodou-se com a situação e perdeu todas as esperanças?

NÃO!

Ele transformou toda a carga negativa da vida dele em amor. Ele ajudou tantas pessoas! Ele espalhou amor por todos os lugares por onde passou.  Mostrou que o mundo precisa - e pode! - ser curado.

Quantas vezes ele estava triste, e mesmo assim, conseguiu fazer outras pessoas sorrirem? Poderia ter se fechado, tornado-se uma pessoa amarga, mas nunca, jamais, agiu de tal forma. Continuou a ser o mesmo homem doce de sempre. Deu o seu melhor ao mundo, sem deixar se abater diante das dificuldades.

Ela fecha os olhos e ouve Michael perguntando na canção se ela estará lá. O que seria dela se desistisse tão fácil? Não pode, não deve, não vai! Ela precisa do amor de Michael e ele também precisa dela... Precisa que ela continue a lutar e aguardar o dia da vitória. Precisa que ela o ajude a curar o mundo, não pode perder um dos seus soldados do amor!

A garota afasta os comprimidos e aumenta o volume do som, permitindo que a música leve toda a angústia da sua alma. Sente-se mais leve, mais tranquila, tocada por algo divino. Desistir da vida diante das dificuldades pode ser a saída mais fácil, mas não é a mais correta. Todos estamos aqui em uma missão, e, assim como não coube a nós o momento de vir ao mundo, não nos cabe decidir o momento de ir embora dele.

Jenny levanta-se e seca as lágrimas, esforçando-se a pôr um sorriso no rosto. Ela vai estar lá, como ele pede na canção, reconstruindo sua fé a cada dia, plantando e semeando coisas boas ao próximo. Afinal, Michael está dizendo que não a deixará partir... pois ela sempre estará em seu coração.



*Fim


Última edição por Nai Jackson em Sex 27 Dez 2013 - 18:01, editado 1 vez(es)

_________________


Pra todos aqueles que gostam de contos e fanfic's:
http://dreamsandtalesmj.blogspot.com.br

avatar
Nai Jackson

Mensagens : 4095
Reputação : 339
Data de inscrição : 02/09/2010
Idade : 21
Localização : Bahia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Will You Be There?"

Mensagem por Unbreakable Angel em Qua 2 Out 2013 - 0:35

Uau...
Uau, Nai.
É a primeira palavra que vem na minha cabeça para descrever esse conto: Uau.
Você sabe que é uma escritora incrível, não sabe? Que tem muito talento e devia seguir carreira com isso? Eu simplesmente tinha que te dizer isso, flor. Achei o texto maravilhoso, tocante, inspirador, emocionante.
Eu fiquei arrepiada e chorei enquanto lia e relia, de novo e de novo e de novo e de novo rs
Você me fez pensar em todas as Jennys que ele ajudou ao longo da vida, sabe? Não só nelas, você me fez pensar em todas as pessoas que ele já fortaleceu, encorajou, ajudou e inspirou. Todos que ele tornou pessoas melhores sem nem saber.
Nossa, que saudade me bateu agora... Pessoas como ele não deviam morrer nunca Crying or Very sad Crying or Very sad Crying or Very sad
Fiquei muito tocada com o seu conto flor, muito mesmo. Amei demais! É perfeito  
Você tem um dom, como o nosso anjo tinha. Eu acho que você nasceu pra ser escritora, sinceramente!
E com certeza eu compraria seus livros.
Nunca pare de escrever, viu?
avatar
Unbreakable Angel

Mensagens : 53
Reputação : 10
Data de inscrição : 09/04/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Will You Be There?"

Mensagem por Nai Jackson em Qua 2 Out 2013 - 19:47

Unbreakable Angel escreveu:Uau...
Uau, Nai.
É a primeira palavra que vem na minha cabeça para descrever esse conto: Uau.
Você sabe que é uma escritora incrível, não sabe? Que tem muito talento e devia seguir carreira com isso? Eu simplesmente tinha que te dizer isso, flor. Achei o texto maravilhoso, tocante, inspirador, emocionante.
Eu fiquei arrepiada e chorei enquanto lia e relia, de novo e de novo e de novo e de novo rs
Você me fez pensar em todas as Jennys que ele ajudou ao longo da vida, sabe? Não só nelas, você me fez pensar em todas as pessoas que ele já fortaleceu, encorajou, ajudou e inspirou. Todos que ele tornou pessoas melhores sem nem saber.
Nossa, que saudade me bateu agora... Pessoas como ele não deviam morrer nunca Crying or Very sad Crying or Very sad Crying or Very sad
Fiquei muito tocada com o seu conto flor, muito mesmo. Amei demais! É perfeito  
Você tem um dom, como o nosso anjo tinha. Eu acho que você nasceu pra ser escritora, sinceramente!
E com certeza eu compraria seus livros.
Nunca pare de escrever, viu?
Flor... Eu nem sei o que dizer agora. Seu comentário me deixou sem palavras. Muito, muito, muito obrigada.

Acredito que quando escrevemos com o coração, sempre alcançamos um bom resultado. Tento colocar o meu coração nas minhas linhas e escrever coisas com as quais me identifico e identifico o Michael de alguma forma. Se isso consegue tocar outras pessoas, é a maior recompensa que eu posso receber.  

Eu sempre evitei escrever quando estava triste. Preferia escrever linhas alegres, coisas hots, com a astral lá em cima. Mas há alguns dias atrás eu estava meio decepcionada com a vida e resolvi escrever esse conto... e me fez muito bem. Sabemos o quanto o Michael já ajudou pessoas ao redor do mundo, e como você disse, ele salvou muitas Jennys por aí. Eu precisava expressar isso de alguma maneira, por isso fiz essas linhas carregadas de melancolia e perturbação. Como um grito do fundo da alma.

Muito obrigada por suas palavras! Talvez eu realmente me arrisque em escrever um livro um dia rs. É um dos meus sonhos! Sei que ainda tenho que aprender muito e me aprimorar bastante, tenho um longo caminho a seguir. Espero sempre poder contar com leitoras que me incentivam e me ajudam a crescer, assim como você, como todas que tive até hoje. Uma escritora sem suas leitoras não é nada. E tive a sorte de ter pessoas maravilhosas acompanhando minhas aventuras desde quando comecei no mundo das fanfics.  

God bless you  
Beijos.
avatar
Nai Jackson

Mensagens : 4095
Reputação : 339
Data de inscrição : 02/09/2010
Idade : 21
Localização : Bahia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Will You Be There?"

Mensagem por Agasha Sama em Dom 24 Nov 2013 - 14:28

Seu conto é PERFEITO, Nai!!! Chorei todas as vezes que li. Lindo mesmo! Continue escrevendo, você tem o Dom!!

Beijos kawaii ^_^
avatar
Agasha Sama

Mensagens : 22
Reputação : 2
Data de inscrição : 21/11/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Will You Be There?"

Mensagem por Nai Jackson em Sex 29 Nov 2013 - 8:26

Agasha Sama escreveu:Seu conto é PERFEITO, Nai!!! Chorei todas as vezes que li. Lindo mesmo! Continue escrevendo, você tem o Dom!!

Beijos kawaii ^_^
Fico feliz em saber que esse conto que é tão especial para mim, toca outros corações e transmite a mensagem que quis passar com ele.  

Thanks por suas palavras. Beijos!

_________________


Pra todos aqueles que gostam de contos e fanfic's:
http://dreamsandtalesmj.blogspot.com.br

avatar
Nai Jackson

Mensagens : 4095
Reputação : 339
Data de inscrição : 02/09/2010
Idade : 21
Localização : Bahia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Will You Be There?"

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum